Nojo! Dilma promete vaga no TCU e até inauguração de ponte para deter CPI. E conseguiu!

|

Tendo à frente a própria presidente Dilma Rousseff, que contou ainda com a ajuda de ministros e líderes na Câmara e no Senado, o governo conseguiu enterrar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Transportes requerida pela oposição. Para abortar a CPI, o Planalto prometeu acelerar obras, apoiar um candidato ao Tribunal de Contas da União (TCU) e até garantir a presença de Dilma na inauguração de uma ponte.
(...)
O senador João Durval (PDT-BA), o primeiro a retirar a assinatura, recuou em troca da promessa do governo e do PT de apoiar a candidatura de seu filho, o deputado Sérgio Barradas Carneiro (PT-BA), para vaga de ministro do TCU.
(...)
Também retirou a assinatura o senador Reditário Cassol (PP-RO), suplente e pai do titular Ivo Cassol (PP). O próprio filho ajudou o governo a levar o pai ao recuo. De acordo com parlamentares da base, o filho lembrou ao patriarca que os Cassol são empresários do setor de geração de energia elétrica e fazem negócios com o governo. continua

10 comentários:

Prof. Irapuan Teixeira disse...

Tudo muito nojento. É por isso que desisti. Mas a luta continua! Outras armas para que se limpe o pais desses petralhas miseráveis, anarquistas, bandoleiros e vendilhões da Pátria!

Anônimo disse...

Esta ANTA, ALEIJão MORAL, quando não tiver mais ninguém para comprar, fará igualzinho ao Bashar Assad, ordenando aos homens de verde fuzilar o povão nas ruas, que mais dia menos dia, se revoltará.

podem apostar.

Laguardia disse...

Há anos o Supremo Tribunal Federal tem um suas mãos o processo do mensalão, o maior esquema de corrupção já montado neste pais.

O STF indiciou por unanimidade, 40 políticos ligados ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva. O Ministros indiciaram estes corruptos com base em provas levantadas pela Policia Federal, pelas Comissões Parlamentares Mistas de Inquérito e pela Procuradoria Geral da Republica.

O caso está ficando esquecido. O PT montou um esquema bem montado para desacreditar os relatórios e provas levantados.

Este caso não pode acabar em pizza como acontece tantas vezes em nosso Brasil. Dinheiro público foi desviado para beneficiar os detentores do poder.

Não podemos permitir que este caso caia no esquecimento. Precisamos relembrar o povo dos acontecimentos.

Lutamos com o que podemos, com nossos computadores e com a internet. Para isto criamos um site, Mensalão – Nunca antes na história deste pais - http://mensalao.ning.com/

Convidamos os amigos a participar deste esforço se juntando a nós neste site.

Contamos com a ajuda de todos os que querem ver um Brasil onde se valorizem os princípios de ética, honestidade e moral.

Anônimo disse...

A Dilma varreu a corrupção para debaixo do tapête no caso do Ministério dos Transportes, mas francamente o Celso Amorim como ministro da defesa, ninguém merece, nem o Brasil e nem as forças armadas que não se posicionam!

Chucku disse...

 
Destino de DEMente e tucanalha você já sabe: é levar paunocµ dia após dia, eleição após eleição !!

PESQUISA MOSTRA QUE 71% AVALIAM POSITIVAMENTE O GOVERNO DILMA
R7 · 04/08/2011

"Pesquisa encomendada pelo PT ao Instituto Vox Populi e divulgada nesta quinta-feira (4) apontou que 71% dos 2.200 entrevistados fizeram avaliação positiva do governo Dilma Rousseff. Para 4%, o desempenho da presidente é ótimo, 30% apontaram como bom, e 37% como regular positivo. A pesquisa foi feita em todo o país na primeira quinzena de junho.

Segundo a assessoria da legenda, 48% dos entrevistados consideraram o PT o maior partido do Brasil e 81% apontaram a legenda como "forte" ou "muito forte". Em outra questão, 66% disseram que o PT atua de forma positiva e 15% afirmaram que o partido tem "os políticos mais honestos". Neste último quesito, segundo a assessoria do PT, outros partidos tiveram em torno de 7% de citações."


http://noticias.r7.com/brasil/noticias/pesquisa-mostra-que-71-avalia-positivamente-o-governo-dilma-20110804.html


Hahahahahahahahahhaah !!!!
 

Anônimo disse...

Nada disso Chucky

Quem merece levar pau no cú, há longos 8 anos, é o imbecilizado povo brasileiro que mal sabe escovar os dentes.

Quanto a sua pesquixa do Vox-Pt, sugiro levar para casa e limpar a bunda de sua mae que já deve estar cagando nas fraldas.

Cara fdp

Anônimo disse...

ARTIGO: Periga ficar pior.
Por Nilson Borgres Filho (*)

Desde à época da crise instalada com o impeachment do ex-presidente Fernando Collor de Melo, não há nada que desmereça o comportamento das Forças Armadas brasileiras perante o poder civil. Naquela oportunidade, o país estava em frangalhos político e administrativamente. Nada funcionava e vivia-se um período de conturbação total, de falta de autoridade e inexistência de comando político.

Pressões de tudo que era lado – inclusive do público interno – chegavam aos ministros militares, exigindo que houvesse uma intervenção manu militari. Vivandeiras atiladas rondavam os quartéis. Mesmo assim, o comando das Forças Armadas se negou a praticar qualquer ato que pudesse afrontar o processo constitucional, deixando, democraticamente, o problema nas mãos do poder civil.

Anos mais tarde, o país foi surpreendido pela cena protagonizada pelo ex-presidente Itamar Franco, desfilando em pleno carnaval com uma moça sem a roupa de baixo. Os fotógrafos fizeram a festa, mas nos quartéis o clima era de revolta, ao presenciar o comandante-em-chefe das Forças Armadas se prestando para aquele tipo de papel, desonrando o cargo que lhe foi conferido. Choveram faxes nos gabinetes dos ministros militares, vindos dos comandos das três forças singulares, que exigiam uma tomada de posição contra o presidente, sendo que em algumas dessas manifestações pediam a cabeça de Itamar Franco. Novamente prevaleceu o profissionalismo das FFAA, a disciplina e a hierarquia.

Discretamente, como a ocasião exigia, os ministros fardados fizeram chegar ao conhecimento de Itamar Franco o descontentamento da tropa com o seu comandante-em-chefe. Itamar entendeu o recado e, a partir daí, se conteve nos seus arroubos de presidente solteiro.

O Ministério da Defesa surgiu há poucos anos, como uma forma simbólica de dizer que o poder militar subordina-se ao poder civil. Como o cargo é civil, os governos têm entendido que o ministro também deva ser um civil. E por ali já passaram alguns ministros que provocaram sobressaltos ao governo, alguns por falta de estatura institucional e outros por desconhecerem como funciona a caserna. A última crise deu-se, agora mesmo, com a demissão de Nelson Jobim do ministério. A bem da verdade, o ex-ministro não era unanimidade na tropa.

Muitos de seus comandados o tinham como arrogante, vaidoso e cheio de si. Um pavão, resumiam alguns. Generais de pijama – debochadamente - só o tratavam de capitão Jojoba. Jobim caiu porque falou demais e disse o que realmente pensava. Quebrou a hierarquia. Não era bem-quisto pela presidente. Dilma tinha tudo para dar uma solução definitiva ao Ministério da Defesa, colocando na chefia um general da reserva de quatro estrelas, que contasse com a admiração e o respeito dos seus camaradas. Enfim, um militar profissional. Fez a pior escolha para o momento, colocando um cidadão que se notabilizou pelo servilismo a ditadores de quinta e pela maneira melosa e bajuladora de como servia à família Lula da Silva.

Fraco, provinciano, defensor de uma esquerda vira-lata, os militares podem lhe negar continência. Para gente acostumada com tiro de canhão, a escolha de Amorim não passa de um traque. Só falta ao futuro ministro, encomendar a sua farda de Escoteiro – patente de lobinho.

blog aluizio amorim

Anônimo disse...

Chegou a hora de varrer o PT para fora da política brasileira.
Este Blog vem antecipando uma decisão que, hora ou outra, será tomada pelos demais partidos: varrer a raça do PT do mapa político do Brasil. Não há porque temer fazer isso nestes próximos três anos, antes que inicie a campanha presidencial e eles tragam o velhaco de volta. O PT sozinho não tem nem 20% dos votos no Congresso. Juntando a nanicagem que o segue, não chega a 25%. Pode ser colocado de joelhos. Facilmente. E, de joelhos, levar um chute no queixo e não levantar mais. O Mensalão é o momento certo para que esta medida profilática seja tomada pelos demais partidos. O PT não é de nada. Ontem, Dilma teve que chamar os militares e garantir que a Lei da Anistia é "imexível". Ou Amorim não assumiria sem crise. Ontem, a Executiva Nacional do partido abandonou de vez o "controle social" da mídia. Agora prega em documento oficial a ampliação da liberdade de imprensa. Estas eram duas bandeiras de ponta do petismo. Acabaram. Foram rasgadas. O PT nunca esteve tão fraco. O PT nunca teve tanto medo.


É hora de achar uma CPI contra o PT. Uma CPI forte, apoiada por todos os partidos. A CPI da Minha Casa, Minha Vida. A CPI do BNDES. A CPI do PAC. Já pensaram uma CPI do PAC, para investigar todos os escândalos que surgiram a partir do programa de aceleração de corrupção implantado para eleger a governanta? Está na hora de fazer uma faxina na política brasileira, varrendo o PT para o lixo de onde nunca deveria ter saído. Acorda, base faxinada! Acorda, oposição! O inimigo é um só: o PT.

do Coturno Noturno

ACORDA, POVÃO disse...

Celso Amorim, ajudante de Marco Aurélio TOP TOP Garcia, fiel agregado das hostes lulistas, é figura emblemática da degradação onde se destaca como sabujo sempre solicito e pronto a obedecer ao chefe. Não tem vontade própria, não possui espinha dorsal e seu forte são trapalhadas cometidas no afã de agradar aos superiores. A este tipo de indivíduo foi entregue o Ministério da Defesa, o que dá a sensação de que o país está indefeso.

Anônimo disse...

Estamos no Brasil, um país desiqual, injusto e diferenciado por castas, resquício perverso da nossa colonização. Juízes e demais funcionários e servidores do poder judiciário lavam as mãos, quando não se dobram aos lobies e interesses de outros poderes. Viaje pelo Brasil e perceba que este país, meu amigo, não tem jeito. Estamos condenados por algumas gerações. Seu filho, seu neto e seu bisneto com absoluta certeza vai viver num país mediocre. Estamos criando um bolha de consumo, onde pessoas despreparadas culturalmente, intelectualmente e moralmente se endividam empurradas ao consumo desenfreado por interesses escusos de manipuladores de massa. A conta cada um pagará com seu suor, esquecido e cobrado com rigor.

 

©2009 Reaja Brasil! | Template Blue by TNB