À CPI, técnico em edificações reafirma que verba da Bancoop foi desviada para o PT!

|

Em depoimento à CPI da Bancoop (Cooperativa Habitacional dos Bancários) da Assembleia de São Paulo, o técnico em edificações Hélio Malheiro, irmão do ex-presidente da entidade Luís Eduardo Saeger Malheiro, reafirmou nesta terça-feira a acusação de que o dinheiro da cooperativa era desviado para abastecer o PT.

Hélio já tinha prestado depoimento ao Ministério Público e feito a mesma acusação. Segundo ele, sua conta chegou a ser usada para fazer transferências ao partido.

O técnico em edificações disse ainda que seu irmão, morto num acidente de carro em Pernambuco em 2004 com outros dois diretores da entidade, chegou a comentar com ele que o dinheiro foi usado para a campanha do presidente Lula e do deputado federal Ricardo Berzoini (PT-SP).

Hélio teve o sigilo bancário quebrado para que o repasse fosse mapeado. Folha

4 comentários:

posturaativa disse...

depoimentos é que não faltam, já existem provas suficientes para botar essa gang na cadeia

Letícia disse...

Como se bastasse a quantidade de cineastas e artistas PeTralhas por aqui, agora os de fora também se aproximam!!!!!
Cuidado com a maldiçao PeTralha!!!


O cineasta norte-americano Oliver Stone (diretor de "Platoon" e "JFK", entre outros) se encontrou nesta terça-feira por cerca de uma hora com a pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff.

Anônimo disse...

´Uma super quadrilha muito bem estruturada que assumiu o poder e tende a se perpetuar nêle. Pior que não existe oposição nesse País.

RR3C disse...

Royaltes eleitorais

"Na disputa nacional, a pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, aparece com 44%, 17 pontos percentuais à frente de José Serra (PSDB), com 27%. Marina Silva (PV) teria 10%."

Mesmo ameaçado de perder a grana do pré-sal, o Rio de Janeiro vota no lulla. O povo do Rio virou mulher de malandro?

Não dá para acreditar nas pesquisas nacionais. Estas pesquisas não são suficientemente coerentes com o que acontece nos Estados. Em SC o Governador atual, Leonel Pavan, está destruído politicamente por denúncias de corrupção. No entanto, lulla não está - ou seu desgoverno. Pelo contrário. Por que?

A resposta, enquanto não houver o voto impresso, são as urnas eletrônicas, um mísero cofre e um banal software vigiados por ministros do TSE, certamente assessorados pelos seus respectivos capangas.

O princípio da Moralidade, transportado para a CF como Moralidade Pública, exige que
os atos praticados sejam legítimos e que esta legitimidade seja comprovada à exaustão. Fornecer todas as provas e os elementos possíveis que confirmem a legalidade de um processo público é dever do Estado.

Ninguém pode discordar disto e ao mesmo tempo afirmar que se comporta de acordo com os ditos princípios constitucionais. Que atende as demandas do Estado de Direito.

O TSE sabe disto e sabe que seu comportamento é característica de Estados Totalitários.

Mais ainda, a vergonhosa vitaliciedade dos ministros, é indutora da mentalidade totalitária. Mais ainda, a vergonhosa imunidade dos ministros fornece autorização para que possam cometer todo e qualquer tipo de crime. Mais ainda, nenhum Tribunal Judiciário Superior, ou que detenha a última palavra, pode se propriedade privada de castas, nem de clubes de profissionais. Mais ainda, jamais poderia localizar-se, geograficamente e estruturalemnte, ao lado dos demais poderes ditos republicanos.

Mais que tudo, as legitimidade das eleições no Brasil são garantidas por um cofre. Um estúpido cofre.

Esclareço: se não fosse esta a única garantia, e a última destas, por que se usaria um cofre? Dada a sua natureza, configura-se a única garantia.

O TSE usa o cofre por que o cofre do TSE, como qualquer inútil cofre, tem segredos e muitas artimanhas de todo tipo e origem.

 

©2009 Reaja Brasil! | Template Blue by TNB