Feliciano diz que renuncia se petistas condenados renunciarem. Dá-lhe Feliciano!

|

Do blog do Camarotti

Diante de apelo do líder do PT , deputado José Guimarães (CE), para que deixe a presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, o deputado Marco Feliciano (PSC-SP) foi enfático.
“Renuncio se João Paulo Cunha e José Genoíno, condenados no julgamento do mensalão, também renunciarem aos cargos que ocupam na Comissão de Constituição e Justiça”. Os petistas Cunha e Genoíno são membros titulares da CCJ.

O apelo de Guimarães foi feito em reunião de líderes partidários com Feliciano para convencer o deputado a deixar a presidência Comissão de Direitos Humanos. A resposta de Feliciano causou mal-estar e inviabilizou o prosseguimento da reunião.

12 comentários:

Anônimo disse...

Parabenizo o Pastor Marco Feliciano e digo pra ele continuar defendendo Jesus e a Igreja que seje do jeito dele. Pela atual circunstância em que se encontra o Brasil, estamos precisando e muito.

Anônimo disse...

Parabenizo o Pastor Marco Feliciano e digo pra ele continuar defendendo Jesus e a Igreja que seje do jeito dele. Pela atual circunstância em que se encontra o Brasil, estamos precisando e muito.

Anônimo disse...

Parabenizo o Pastor Marco Feliciano e digo pra ele continuar defendendo Jesus e a Igreja que seje do jeito dele. Pela atual circunstância em que se encontra o Brasil, estamos precisando e muito.

Berto pernambuco disse...

Casamento gay e' uma farsa, um teatro, um circo com dois palhacos,,,um fingje ser mulher,,,o outro finje acreditar. Isso e' uma aberracao ridi'cula. O Pastor nao deveria fazer essa proposta pois eles podem sair hoje e voltar amanha, mas o pastor se sair,,,,nao voltara'

Anônimo disse...

Inflação ultrapassa o teto da meta e confirma que o governo petista de Dilma Rousseff está perdido

ucho.info

Anônimo disse...

TENTATIVA DE ESCONDER LULA SOB INVESTIGACAO






Agora que o chefão do esquema criminoso está sob investigação do MPF, o governo de Dilma Rousseff colocou as mangas de fora. O governo petista, que até agora estava calado diante do caso Marco Feliciano, começou a atacar o presidente da CDH.
A primeira a atacar foi a ministra Maria do Rosário, da Secretaria dos Direitos Humanos, uma comunista radical que vê com normalidade as atrocidades comunistas cometidas em Cuba contra os cristãos e dissidentes. Em seguida, entrou em cena a ministra Luiza Bairros, da Secretaria da Promoção da Igualdade Racial, que assinou moção contra Marco Feliciano.
Se o objetivo dessas militantes petistas fosse defender os direitos humanos e combater a discriminação, elas não tentariam proteger o chefão atacando Feliciano. Elas criticariam o chefão e ainda pediriam que o MPF ampliasse a investigação para tratar das amizades que o governo de Lula mantinha com tiranos cujas ditaduras são notórias por violação de direitos humanos.
Denunciar ligações do governo brasileiro com ditaduras sanguinárias como Cuba e Irã seria defender os direitos humanos.
Pelo menos, por que então não cobram do MPF uma investigação séria sobre o misterioso assassinato de Celso Daniel e das testemunhas de seu assassinato?
Por que não cobram do MPF o desperdício de centenas de milhões de reais aprovados para promover a agenda gay, inclusive o kit gay? Sob o controle do PT, a Comissão de Direitos Humanos aprovou centenas de milhões de reais para homossexualizar as crianças do Brasil.

http://juliosevero.blogspot.ca/2013/04/governo-do-pt-usa-caso-marco-feliciano.html

Anônimo disse...

Vilania carioca

Por Ipojuca Pontes

A leitura do mapa da violência no Rio de Janeiro está longe de expressar os índices de felicidade que o jornal O Globo incensou e que têm como emblemáticas as figuras do falso malandro Zeca Pagodinho e do indigesto Luciano Huck, animador de chatíssimos programas de auditório da Rede Globo.
De fato, a realidade vivida por sua população é bem mais trágica. Por exemplo: segundo o Instituto de Segurança Pública, a ocorrência de homicídios dolosos no Estado, considerada estável a partir da criação das badaladas UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora), aumentou em janeiro de 2013 em 20%, perfazendo um total de 391 casos, contra 345 ocorridos no mesmo período de 2012. Se considerarmos que os dados estatísticos divulgados pelos órgãos de segurança são todos fajutos, é de se presumir que os números de homicídios dolosos no Rio sejam bem mais elevados – por baixo, algo em torno de 100%.

leia tudo
http://www.claudiohumberto.com.br/artigos/?id=355037

Anônimo disse...

Realmente a pacificação das favelas no Rio é para inglês ver.

Anônimo disse...

Carta publicada no Portal do Forum dos Leitores
Estadão - 12/04/2013
E, finalmente, chegamos à beira do pior dos mundos. Inflação alta com crescimento minúsculo; justiça lenta e corporativa, com nível de impunidade persistente; classe política criminosamente pragmática, com interesse público esquecido; educação de péssima qualidade, com maquiagem de estatísticas no setor, para fins políticos; saúde pública agonizando, com médicos formados de maneira apavorante; engenharia ineficiente, com insegurança de estruturas; secas e enchentes recorrentes, com as mesmas promessas que certamente não serão cumpridas; cidades no limite da operacionalidade, com investimentos insuficientes em obras publicas e dilúvio de carros particulares, solução irresponsável de consumo; infraestrutura estrangulada, com arremedos de correção imediatistas; Banco Central, criado para cuidar de política de juros, com ligação direta a quem os manipula de fora; perda de prestígio internacional, com uma indisfarçável peneira para tapar o sol; ala esquerda de concepção ultrapassada, com protestos contra quem denuncia ditaduras eternas e apoio a bonecos belicistas. Nada disso, porém, detém a marcha da campanha, já em curso, visando à reeleição, movimentada com combustível oficial e que, se bem-sucedida, levará o País a um impasse polivalente “nunca visto na História deste país”. A sociedade, apesar de anestesiada pelos próximos eventos esportivos e festivos, precisa mobilizar-se com urgência e agarrar-se a alguma boia salva-vidas a fim de evitar o afogamento iminente.

Anônimo disse...

Excelente


http://www.felipemourabrasil.com.br/

Anônimo disse...

Esse é um povo que dá mais valor a Estadios faraônicos, que se transformarão em elefantes brancos, do que hospitais, escolas, transporte e segurança.

Anônimo disse...

VENEZUELA JÁ VIVE SOB O AÇOITE DO CASTRO-COMUNISMO COM O APOIO DA DILMA, DO LULA E DO PT E O SILÊNCIO COMPLACENTE DOS PARTIDOS DE OPOSIÇÃO.
O deputado da oposição, Williams Dávila, necessitou levar 8 pontos após ser agredido por deputados chavistao, em plena sessão no plenário, onde ele apenas “ouvia” a exposição de outro deputado. Embaixo o corpo de um jovem atingido pela polícia chavista.
http://aluizioamorim.blogspot.com.br/

 

©2009 Reaja Brasil! | Template Blue by TNB