Sigilo fiscal de filha de Serra foi violado, diz Receita Federal!

|

A Receita Federal descobriu que o sigilo fiscal da filha de José Serra (PSDB), Verônica Serra, foi violado no dia 30 setembro do ano passado, dias antes da consulta ilegal aos dados de outros quatro tucanos. Foram consultadas as declarações de renda de 2008 e 2009. Por isso, os nomes das servidoras Ana Maria Caroto Cano e Lúcia de Fátima Gonçalves Milan foram incluídas no rol de “acusados” pela Corregedoria no processo administrativo que apura o acesso ilegal aos dados de outros quatro tucanos.

As duas estariam envolvidas no acesso aos dados de Verônica Serra. Lúcia de Fátima Gonçalves Milan é funcionária da Receita Federal em Santo André e Ana Maria Cano trabalha na agência de Mauá (SP), onde foram violados os dados do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge, e de Luiz Carlos Mendonça de Barros, Ricardo Sérgio e Gregório Marin Preciado, ligados ao alto comando do PSDB. Estadão

4 comentários:

Anônimo disse...

A Lúcia de Fátima Gonçalves Milan está envolvida em atividade de um Sindicato da Receita Federal. Será que esse FATO está relacionado com a violação de sigilo ou é só coincidência?
http://www.sindireceita.org.br/index.php?ID_MATERIA=208
22 - Confecção da Ação de Remoção da TRF Maria Lúcia de Fátima Gonçalves Milan (São Bernardo/SP)
http://www.sindireceita.org.br/acms/cliente/sindtten/docs/mesaseleitorais.html
3º Suplente: Lúcia de Fátima Gonçalves Milan
http://www.sindireceita.org.br/docs/eleicoes2007/ANEXOVI.htm
11899617 LUCIA DE FATIMA GONCALVES MILAN - DELEGACIA SINDICAL SANTO ANDRÉ E SAO BERNADO DO CAMPO
Evidências do relacionamente do SINDIRECEITA com o PT podem ser encontradas na Internet.
Sindireceita destaca trabalho do deputado João Paulo pela categoria
http://www.joaopaulo.org.br/noticias_do_mandato/sindireceita_destaca_trabalho_do_deputado_joao_paulo_pela_categoria.html
http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,sindicalista-pode-entrar-na-mira-da-receita-federal,601672,0.htm
Desde 2003, o Sindireceita agraciou políticos do PT com a medalha “Mérito Público Evandro Lins e Silva”. Entre os agraciados estão os deputados Antonio Palocci e João Paulo Cunha.

Waltão disse...

DO BLOG DO UCHO

Dilma confirma na tevê que guerrilheiros das Farc são narcotraficantes

Prova dos nove -

Diante das câmeras do Jornal da Globo, na noite de segunda-feira (30), a neopetista Dilma Rousseff não ficou ruborizada ao faltar com a verdade de forma vergonhosa e escancarada. Perguntada sobre o fato de não concordar com o rótulo de narco-guerrilha imputado apropriadamente às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, Dilma disse que o governo Lula da Silva já reconheceu que as Farc são um grupo guerrilheiro ligado ao narcotráfico. Ou seja, Dilma não disse se concorda ou discorda com o título dado aos companheiros das Farc.
Por sorte os entrevistadores não perguntaram sobre a relação entre os narco-guerrilheiros colombianos e o Partido dos Trabalhadores, pois Dilma certamente negaria o inegável, como mostrou o ucho.info em reportagem anterior.
Por mais que Dilma e o PT neguem a relação umbilical com as Farc, que veio à baila porque o candidato a vice na chapa de José Serra ressuscitou o tema, não há como negar o envolvimento com esse bando de criminosos que usam um suposto ideário para cometer atrocidades contra pessoas inocentes. Dilma, que tratou rapidamente de escapar do assunto, ratificou a indicação de Angela Maria Slongo para assumir um cargo no governo do companheiro Lula da Silva. Casada com o padre Olivério Medina, representante das Farc no Brasil, Slongo dá expediente no Ministério da Pesca.

Anônimo disse...

Gusta, a pergunta que não quer calar é:
Quem deu a ordem?

Canguru Perneta disse...

Aooooooooooooooooooooooooo

01/09/2010
às 15:15

“ASSINATURA” DE VERÔNICA É FALSA; “AUTENTICAÇÃO” DO CARTÓRIO É FALSA; A FARSA NÃO DURA 24 HORAS

A Receita Federal apresentou um papelucho que seria a procuração de Verônica, filha do presidenciável José Serra, para que um certo Antonio Carlos Atella Ferreira, um estelionatário, tivesse acesso a seu sigilo fiscal no posto da Receita de Santo André. O documento teria “firma reconhecida” no 16º Tabelião de Notas de São Paulo. Verônica afirma que a “assinatura” é uma imitação grosseira da sua. Só isso? Não!!! Atenção!

VERÔNICA NÃO TEM E NUNCA TEVE FIRMA NO 16º TABELIÃO DE NOTAS.

A autenticação da assinatura, como atesta Fábio Tadeu Bizoin, o responsável pelo cartório, também é falsa.

Verônica tem a prova dos noves. Pediu que reconhecessem a sua assinatura no cartório. Resposta: “Essa pessoa não tem firma aqui”

É uma comédia macabra!

Por Reinaldo Azevedo

 

©2009 Reaja Brasil! | Template Blue by TNB