Vestir o boné do MST, dona Dilma?

|

No Leite de Pato aqui. Leiam!

ACHO QUE NÃO É CABÍVEL VESTIR O BONÉ DO MST. GOVERNO É GOVERNO, MOVIMENTO É MOVIMENTO.

6 comentários:

Canguru Perneta disse...

O COFRE DE DILMA E O COFRE DE ADHEMAR: PIADA ÓBVIA!

A presidenciável do PT, Dilma Rousseff, declarou à Justiça Eleitoral que guarda R$ 113 mil em casa, em grana viva. Então tá bom. Eu sempre pensei que o sistema bancário brasileiro estivesse entre os mais sólidos do mundo, né? Afinal, o Proer foi uma das coisas boas que o governo FHC fez para o Brasil — contra a vontade do PT. Pô, companheira, esse dinheiro vai desvalorizar!

Se Dilma for eleita, espero que cuide melhor do dinheiro do Brasil do que cuida da própria grana. E não, não vou fazer a piada óbvia e afirmar que se trata de uma sobrinha do “Cofre do Adhemar”.

Só para lembrar: a organização terrorista a que Dilma pertencia, a VAR-Palmares, roubou, no dia 19 de julho de 1969, um cofre que pertencia a Adhemar de Barros, recheado com US$ 2,4 milhões. O tesouro estava na casa de Anna Gimel Benchimol Capriglione, amante do político. Ninguém sabe que fim levou a dinheirama. Dilma era dirigente da organização. Não consta que tenha participado da ação — Carlos Minc, ex-ministro do Meio Ambiente, era um dos assaltantes.

Piada, quando é óbvia demais, a gente evita, certo?

Por Reinaldo Azevedo

Waltão disse...

DO BLOG DO UCHO

Lula protagoniza um espetáculo galhofeiro e vergonhoso em evento da Fifa

Deboche oficial -

Abusado e messiânico, como sempre, Luiz Inácio da Silva ignorou as regras estabelecidas pela Fifa para o evento oficial que terminou há instantes na África do Sul. Desrespeitando os cinco minutos que tinha para discursar, Lula disse que “como presidente a gente sempre pode extrapolar democraticamente o tempo”. Essa teoria mambembe do presidente-metalúrgico, que acredita ser a mais nova invenção na seara das divindades, é o resultado de um povo que foi anestesiado pelas promessas populistas e se entregou às esmolas sociais que um governo totalitarista distribuiu ao longo de quase oito anos.
Lula, como sempre fez, esqueceu o protocolo e se dirigiu a algumas das personalidades presentes ao evento sem a compostura necessária. Chamou o presidente da Fifa de “companheiro”, como se Joseph Blatter fosse um beberrão qualquer de boteco de esquina.
A ousadia maior ficou por conta dos salamaleques que Lula da Silva dirigiu ao treinador Carlos Alberto Parreira, que na Copa de 2010 esteve à frente da seleção sul-africana. Maroto, Lula disse que Parreira deu muitas alegrias ao futebol brasileiro e ao Corinthians. Não se trata de questionar a competência de Parreira, muito pelo contrário, mas foi deselegante não citar o nome de Dunga.
Independentemente do fracasso de Dunga no comando do onze verde-louro, Lula tinha esperanças de poder faturar politicamente com um triunfo da seleção brasileira. Tanto é assim, que o presidente planejava levar a candidata Dilma Rousseff à África do Sul para acompanhar a final da Copa. Sem contar que Lula exigiu que antes de seguir para a África do Sul a seleção fizesse uma parada estratégica em Brasília. Para a sorte de metade do Brasil a seleção tropeçou diante da Holanda.
Para emoldurar o discurso com uma mentira de peso, Lula garantiu que as despesas oficiais referentes à Copa de 2014 serão disponibilizadas em tempo real na rede mundial de computadores. Nesse ponto entra aquela velha e cnhecida teoria de São Tomé, do ver para crer, pois os escândalos de corrupção e superfaturamento que embalaram os Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro continuam a arrepiar os ministros do Tribunal de Contas da União.
Diferentemente do que anuncia Lula nos quatro cantos do planeta, o Brasil é a materialização do deboche. A passagem de Luiz Inácio da Silva pelo comando do País por certo ficará na história, porque jamais o presidente de uma nação democrática tratou com tanto desdém as instituições nacionais.
Lula gerencia o Brasil com a mesma genialidade que exala o rufião de um lupanar de quinta. E ainda tem gente que defende o continuísmo, como se fosse a salvação da humanidade.

Anônimo disse...

O lado bom da seleção ter se ferrado graças ao pé frio mor da nação é que Lula e Dilma não tirarão proveiro disso. O que ocorreria caso o Brasil ganhasse a Copa.

fusaenotas disse...

Para quem participou do terrorismo, guerrilha, pegou em armas,
ajudou direta ou indiretamente em assaltos, sequestros e homicídios,
mente descaradamente, vide Bengell, currículo, etc, vestir esta porcaria vermelha
de quem faz a mesmíssima coisa que ela, é só um reconhecimento público,
uma pequena (auto) homenagem!

VADE RETRO!!!

Blog do Ferra Mula disse...

Modus operandi dos petralhas.Além do " não vi, não ouvi, não falei, também não li", mas mandou ver.

Esta pistoleira não pode se eleger.

Mais 8 anos de cangaço, ninguem merece.

Letícia disse...

Comentário de um internauta José Valverde (102) - Salvador BA, na Folha on line sobre a visita De Lily Marinho:
"Se recebi Fidel, por que não o PT?", indaga Lily Marinho sobre Dilma .
http://www1.folha.uol.com.br/poder/764862-se-recebi-fidel-por-que-nao-o-pt-indaga-lily-marinho-sobre-dilma.shtml

É M - A - R - A - V - I - L - H - O - S - A esta reuniãozinha social de representantes da lídima burguesia, socialaites, militantes de partidinhos da ex-esquerda stalinista, intelectuais e intelectualóides, colunisras sociais e mais esta ex-terrorista tão bem aceita pelas elites a ponto de ser a sua merecida candidata. Só faltou o Joãozinho 30, o presidente da FIESP, o socialista Paulo Skaf, o Marcola e o Fernandinho Beira Mar. Os dois últimos justificam as ausências.

 

©2009 Reaja Brasil! | Template Blue by TNB