"Negócios são negócios", diz Amorim. Lula visita ditador Nguema Mbasogo que está no poder desde 1979!

|

O ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, defendeu neste segunda-feira, 5, a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Guiné Equatorial, governada pelo ditador Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, no poder desde 1979.

Em rápida entrevista, o chanceler disse que "negócios são negócios" e classificou de "pregação moralista" as referências da imprensa aos crimes contra os direitos humanos atribuídos ao ditador. 

"Não estamos ajudando nem promovendo ditadura", disse Amorim. "Quem resolve o problema de cada país é o povo de cada país." Estadão

2 comentários:

Canguru Perneta disse...

Do Blog do Ucho

Agressor de mulher reforça a campanha de Dilma Rousseff em São Paulo

Companheiro estranho -

Como sempre destaca o ucho.info, cobrar coerência de políticos é uma tarefa inglória, especialmente em ano eleitoral. De olho nas urnas, candidatos rasgam até mesmo discursos recentes. Escolhida pelo companheiro Lula da Silva para sucedê-lo no Palácio do Planalto, a neopetista Dilma Rousseff não se incomoda em ter em seu palanque parceiros que afrontam seus discursos e pensamentos. Nos últimos meses, a candidata palaciana vem dando destaque da importância de o Brasil ter uma mulher na Presidência da República. Ou seja, Dilma Rousseff entende que chegou a hora de as mulheres comandarem o destino da nação.
De olho nas urnas de outubro próximo, Dilma parece não se incomodar com aqueles que tratam as mulheres de maneira que a lei condena com veemência. Nesta segunda-feira (5), a presidenciável petista abre uma semana de incursões pelo estado de São Paulo, tendo ao seu lado ninguém menos que o vereador paulistano Netinho de Paula, candidato do PCdoB ao Senado Federal. Apresentador de televisão e dublê de parlamentar, o pagodeiro Netinho de Paula agrediu fisicamente, com violência, a sua ex-mulher, a decoradora Sandra Mendes de Figueiredo Crunfli.
Como se não bastasse, Dilma Rousseff estará acompanhada do irrevogável senador petista Aloizio Mercadante, candidato do partido ao Palácio dos Bandeirantes, e da ex-prefeita Marta Suplicy, candidata ao Senado, que durante sua passagem pela administração paulistana zombou das vítimas das inundações provocadas pelas chuvas. Na ocasião, Marta disse que “pobre é falso, diz que não tem nada, mas qualquer chuvinha diz que perdeu tudo”.
Dilma Rousseff precisa entender que se o hábito faz o monge, a companhia faz o candidato

Calos Bonasser disse...

Esses politicos e caca são iguais esse imbecil do ratito amorim agora assume que quem deve resolver os problemas internos do Pais é seu povo, o mesmo não pensou quando Honduras reseolveu observar a Constituição ao destituiu do Governo o mané zelaya...como são engraçados esse do Itamarati hem?

 

©2009 Reaja Brasil! | Template Blue by TNB