Minha Casa, Minha Vida? Não: Tua Casa, Meu Mensalão, companheiro! (@eagorabr)

|

SEM FORÇAS

Alexandre Schneider

"Aos 43 anos, decidi dar um grande passo: comprar meu primeiro imóvel. Usei os 20 000 reais que havia juntado e entrei no financiamento de um apartamento de 60 000 reais. As prestações eram metade do meu salário. Um dia, recebi uma cobrança extra de 1 800 reais. Seria a primeira de muitas. Tive de tirar um empréstimo bancário. Em dois anos, estava endividado, mas havia quitado meu imóvel. Sentia-me orgulhoso – jamais atrasei uma parcela. Mas em 2005, enquanto esperava o sorteio das chaves, soube que a Bancoop não estava honrando seus compromissos com muitos cooperados. Eu era um deles. Meu imóvel nunca saiu do chão. No início, briguei, participei de protestos vestido de palhaço. Há dois anos, recebi o diagnóstico de câncer de pulmão, o que me deixou sem forças para lutar. Perdi as esperanças."
Oscar Costa, 52 anos, bancário aposentado

2 comentários:

Anônimo disse...

Vou falar uma coisa que não se deve falar: esse cara tem ou não tem cara de petista f.d.p.? Tem, né? Ganhou o que ganha qualquer um que acredita em malandros. É phoda, com ph mesmo.

blog do beto disse...

OLÁ GUSTA.

EU MILITEI JUNTO COM ESSA GANGUE, HOJE SE O AVIÃO DO IMPERADOR 51 CAIR COM TODOS ELES, VOU TOMAR UM PORRE DE FELICIDADE (MESMO NÃO BEBENDO).
ABS DO www.betocritica.blogspot.com

 

©2009 Reaja Brasil! | Template Blue by TNB